Menu
Menu
  • Home
  • Geral
  • Assistência Social de Cordeiro entra na luta contra a Dengue

Assistência Social de Cordeiro entra na luta contra a Dengue

Assistência Social de Cordeiro entra na luta contra a Dengue
Usuários do CRAS atuam em mutirão de combate ao mosquito transmissor
IMPRENSA CORDEIRO/CIDADE EXPOSIÇÃO
Comprovando que é compromisso de todos trabalhar pela prevenção ao surgimento de focos do mosquito transmissor de doenças como Dengue, Zika Vírus e Chikungunya, a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de Cordeiro, por iniciativa das unidades do CRAS de Lavrinhas, Rodolfo e Manancial, desenvolveram durante todo o mês de dezembro atividades de conscientização junto aos usuários.
Por intermédio do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), as equipes do CRAS e os usuários realizaram o mutirão objetivando reforçar o combate ao Aedes Aegypti. A ação teve distribuição de folhetos informativos e também chegou a recolher pelo caminho por onde os voluntários passavam materiais que pudessem acumular água e se transformar em focos do mosquito.
Como informação nunca é demais, os usuários colaboradores também receberam informações e orientações sobre a Dengue antes da mobilização, com a exibição de vídeos informativos e conversas abordando o assunto nas próprias unidades do CRAS.
Ao percorrerem os bairros, houve muitos elogios dos moradores, especialmente daqueles que já haviam contraído a doença. Eles ressaltaram a importância da campanha para combater o transmissor das doenças, já que durante o verão torna-se maior a proliferação das larvas em virtude das chuvas, o que faz desse período do ano o de maior risco das doenças.
Outra coisa que recebeu foco total foi a recomendação para que todos os cordeirenses não se descuidem e mantenham atenção todos os dias, mantendo a postura preventiva visando à eliminação de possíveis criadouros do mosquito. Ao final da movimentação foi servido um lanche aos colaboradores. “Estamos nos unindo porque é dever de todos nós buscar a prevenção para que nossas famílias e amigos não sofram com essas doenças”, comentou Renata Ferreira, secretária de Assistência Social.
TEXTO – RICARDO VIEIRA / FOTOS – DICULGAÇÃO

Seu cadastro foi enviado