Menu
Menu
  • Home
  • Geral
  • Cartão Vermelho ao Trabalho Infantil

Cartão Vermelho ao Trabalho Infantil

Cartão Vermelho ao Trabalho Infantil
Ação mobiliza comunidade cordeirense a refletir sobre o tema
IMPRENSA CORDEIRO – CIDADE EXPOSIÇÃO
O bairro Lavrinhas testemunhou na tarde desta quarta-feira, 12 de Junho, uma ação cujo objetivo foi mobilizar toda a sociedade e conscientizá-la sobre os prejuízos causados às crianças e adolescentes pelo trabalho infantil. Na quadra do bairro, assim como em todas as cidades brasileiras e do exterior, um trabalho conduzido pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, através do CREAS, enfatizou o Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil.
Instituída pela Organização Internacional do Trabalho, no ano de 2002, exatamente como forma de conscientização, já que infelizmente no mundo ainda acontecem muitas formas perversas de trabalho infantil, a data registrou atividades em dezenas de países. Utilizando o tema ‘Cartão Vermelho ao Trabalho Infantil’, a ação fez os participantes se atentarem para a importância de um desenvolvimento saudável de crianças e adolescentes, o que inclui esporte, lazer e educação de forma integrada, ofertando condições para o seu desenvolvimento pleno.
O evento recebeu autoridades, usuários da Rede de Atendimentos Sociais, profissionais dos Centros de Referencia de Assistência Social, do Conselho Tutelar e da Escola Constança Soares, também representada por alunos, professores e comunidade residente no entorno. A animação cultural ficou por conta da trupe de teatro ‘Belinha e sua Malinha’, que abordou de forma lúdica o tema proposto com a criançada, que se deliciou com a distribuição de pipoca, algodão doce, refrigerante e cachorro quente, além de se divertir com as brincadeiras no tobogã e pula-pula.
Representando a Administração Municipal, a vice-prefeita Maria Helena elogiou a organização e teve suas palavras ratificadas pelas vereadoras Fabíola Bianchini e Beth do Postinho, que também puderam conhecer detalhes da ação nas palavras do coordenador do CREAS. “É nossa missão lutar pela formação correta da personalidade de nossas crianças, mostrar que o trabalho infantil prejudica tanto a saúde mental quanto a física e reforçar que trabalho não é brincadeira”, declarou Robson Cordeiro.
Já Maria Helena reforçou seu posicionamento apoiando integralmente as demandas, que inclusive já foram debatidas e aprovadas pelo Forum Nacional de Erradicação do Trabalho Infantil. “Se quisermos um futuro com pessoas de bem, capacitadas, íntegras e bem educadas é necessário manter nossa proteção aos direitos que todas as crianças têm de serem tratadas como tal. Parabéns aos organizadores e recebam minha solidariedade quanto ao tema”, discursou Helena.
TEXTO – RICARDO VIEIRA / FOTOS – CÍCERO MARRA

Seu cadastro foi enviado