Menu
Menu
  • Home
  • Geral
  • Comunidade da Zona Rural de Cordeiro recebe CRAS Itinerante

Comunidade da Zona Rural de Cordeiro recebe CRAS Itinerante

Comunidade da Zona Rural de Cordeiro recebe CRAS Itinerante
Moradores da Pena aprovam iniciativa da Assistência Social
IMPRENSA CORDEIRO/CIDADE EXPOSIÇÃO
Mais uma vez um ‘pedacinho’ da Administração Municipal foi compartilhado com a comunidade da Zona Rural de Cordeiro. Como tem feito periodicamente, a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, por iniciativa da equipe da secretária Renata Ferreira, com apoio da assistente social Letícia Reis, ofereceu um dia inteiro de atividades aos moradores da localidade da Pena.
Primando pela organização, como faz questão de frisar a titular da pasta, a Assistência Social novamente desenvolveu com os moradores da Pena e região circunvizinha o Projeto CRAS e CREAS Itinerante, cuja base de apoio foi montada na tarde de 7 de agosto, na Escola Estadual Municipalizada José dos Santos.
O projeto ofertou às famílias – todas acompanhadas pelo CRAS Lavrinhas, através do atendimento técnico e benefícios eventuais previamente dirigidos pela assistente social e coordenadora dos CRAS Vera Boaventura – além das atividades extras o atendimento do CadÚnico visando à atualização cadastral dos moradores rurais.
Com participação do coordenador Robson Cordeiro, o CREAS levou informações pontuais sobre os atendimentos realizados naquele equipamento durante o evento, que ainda contou com a participação do Teatro da Classe Especial da Escola Municipal Zuleika Rodrigues, do Retiro Poético, sob o comando da professora Gisane Lima. A peça ‘O Patinho Feio da Família Amarelinha’ encantou os expectadores com a releitura da história ‘O patinho Feio’, cujo objetivo foi trabalhar a inclusão social.
Um ‘aulão de dança’ fez os usuários conhecerem melhor uma atividade adotada no CRAS do município: a Oficina de Dança, ministrada pelo facilitador Anderson Domingos. A diversão ficou completa com os brinquedos cama elástica e tobogã e a distribuição de pipoca, algodão doce, picolés e lanche, não só para a criançada, mas para pais, mães e responsáveis, que foram acolhidos pela equipe da Assistência Social.
Presente, a vice-prefeita Maria Helena se emocionou com a receptividade das pessoas no evento, que teve parceria da Secretaria de Saúde, através da agente Alice Emerick, e da Secretaria de Educação, que cedeu o espaço da escola, representada pela diretora Xausa Helena. “A política de Assistência Social preconiza o enfrentamento às situações de risco da população. Identificando as condições de vida e vulnerabilidades sociais, que devem ser cobertas pela Assistência Social e políticas setoriais, analisamos que o encontro foi produtivo. O sucesso é da equipe técnica”, disse Renata Ferreira.
TEXTO – RICARDO VIEIRA / FOTOS – CÍCERO MARRA

Seu cadastro foi enviado