Menu
  • Home
  • Geral
  • Cordeiro realiza com êxito Simulado de Desocupação das Escolas

Cordeiro realiza com êxito Simulado de Desocupação das Escolas

Cordeiro realiza com êxito Simulado de Desocupação das Escolas
Defesa Civil comanda ação no Dia Estadual de Redução de Desastres
ASSESSORIA DE IMPRENSA – PREFEITURA DE CORDEIRO
Todo aprendizado prévio ofertado aos estudantes de duas escolas da Rede Municipal de Ensino em Cordeiro, através de uma parceria entre as secretarias de Defesa Civil e de Educação, parece ter obtido um resultado acima do esperado. Nessa quarta-feira, 29, numa ação alusiva ao Dia Estadual de Redução de Desastres, foi realizado o Exercício Simulado de Desocupação nas Escolas.
Esse ano foram escolhidas a Escola Municipal Nelly de Rezende Maranhão – que atende aos bairros Constantino e São Manoel – e Escola Estadual Municipalizada Rodolfo Gonçalves. Os treinamentos foram muito bem absorvidos pelos estudantes e o tempo médio de evacuação superou as expectativas, conforme atesta o secretário de Defesa Civil. “Direção, professores, pessoal de apoio e estudantes compreenderam se tratar de um treinamento simulando algo que realmente pode ocorrer. Os resultados foram muito positivos em ambos os casos”, garantiu Ailton Taveira.
Em nível estadual, a ação foi coordenada pela Secretaria de Estado de Defesa Civil, cujo objetivo foi testar os treinamentos de desocupação de aproximadamente 1,5 mil escolas públicas em todo território fluminense. A meta era garantir a participação de 300 mil pessoas, que foram submetidas a um simulado onde era detectado um ‘princípio de incêndio’, como o foco na mobilização preventiva e no escape rápido, seguro e eficaz. “Cumprimos a meta”, ratificou Taveira.
Sincronizado com a Defesa Civil, o secretário de Educação agradeceu o apoio irrestrito de diretores dos educandários e destacou a liderança do prefeito Luciano Batatinha e da vice-prefeita Maria Helena quanto à integração das secretarias. “Comprovamos novamente que existe excelente entrosamento entre os integrantes da Administração Municipal. Parabenizo as escolas pelo empenho e dedicação, que redundaram numa ação rápida e bem sucedida”, relata Luiz Antônio Cavalheiro.
Para proporcionar ainda mais realismo ao Exercício Simulado, os componentes da Secretaria de Defesa Civil utilizaram uma ‘máquina de fumaça’, similares àquelas utilizadas nos palcos durantes os shows. Atóxica e praticamente inodora, a fumaça fez parecer que as escolas estavam realmente vivenciando um princípio de incêndio, tanto que uma mãe menos informada chegou a buscar informações sobre o que estava acontecendo.
TEXTO – RICARDO VIEIRA / FOTOS CÍCERO MARRA/LUAN FEIJÓ

Seu cadastro foi enviado